• Slide Show Populacao
  • Slide Show Populacao
  • Slide Show Populacao
  • Slide Show Populacao
  • Slide Show Populacao

Você está em: Home » Mensagem aos Familiares

Mensagem aos Familiares



Se você tem na sua família alguém transplantado ou que irá passar por um transplante, nós temos algo a lhe dizer.

A família é nosso referencial é nela que aprendemos tudo o que precisamos para viver como: andar, falar, comer, amar, valores, comportamentos, compartilhamos sentimentos. Mas é na família também onde compartilhamos dificuldades e conflitos. Afinal somos humanos, diferentes e a vida em grupo requer muita flexibilidade, amor e compreensão. Resumindo, a vida em família traz emoções gratificantes mas traz também momentos difíceis. Quando tudo isso se soma a uma situação de doença a tendência é complicar.

A doença pode trazer à tona conflitos familiares que estavam adormecidos, criando estados de confusão na dinâmica familiar. É como aumentar a chama da panela, certamente a água vai ferver. A pergunta é: como oferecer tranquilidade, apoio e compreensão ao nosso familiar doente, diante de uma situação de desequilíbrio?

Partindo do pressuposto que conflitos estarão presentes, algumas dicas são interessantes:

Conversar sobre as dificuldades demonstrando interesse em modificá-las e resolvê-las, traz sensação de segurança e confiança a todos.

Aceitar a doença e viver este momento como uma oportunidade de mudança e não como um empecilho para o crescimento individual e familiar, pode amenizar a ansiedade e os sentimentos de culpa.

Buscar ajuda externa de preferência de um profissional, é valioso. Muitas vezes estamos mergulhados nos problemas e não enxergamos soluções, alguém de fora pode contribuir com outro olhar.

Ser honesto um com o outro, falar francamente possibilita soluções e evitam-se fantasias.

Esclarecer dúvidas com a equipe diminui fantasias e propicia melhores recursos para lidar com a realidade.

Além disso, é importante lembrar também que todos devem contribuir, principalmente se o paciente depende de cuidados básicos. Geralmente os cuidados ficam sob a responsabilidade de uma pessoa, o que pode resultar em desânimo, cansaço, sentimento de culpa, impotência. O paciente percebe e se sente um peso para a família e para aquele que cuida. Não podemos esquecer que todos podem ajudar, esta troca vai possibilitar a todos a continuidade de suas atividades individuais, o crescimento da família e conforto do paciente.

Promover uma situação familiar natural onde todos possam continuar trabalhando, estudando, passeando, namorando, etc, é extremamente importante e saudável. Cada um precisa estar se sentindo bem, com disposição, energia, confiança, segurança, alegria... para oferecer ajuda ao seu ente querido e aos demais familiares. Lembre-se ninguém pode dar aquilo que não tem.

Finalmente é fundamental acreditar que vocês têm condições para lidar com a situação!